A vida de uma tribo canibal da Indonésia que não tinha ideia de que existiam outras pessoas

Essas incríveis imagens mostram uma tribo canibal da Indonésia, que não tinha ideia de que existiam outras pessoas até à década de 1970.

As fotos mostram o povo Korowai da Papua Ocidental, na Indonésia, marchando para caçar e carregando seus filhos em grandes redes apoiadas em seus ombros.

 

 

#1 O povo Korowai da Nova Guiné Ocidental, na Indonésia.

O povo Korowai da Nova Guiné Ocidental, na Indonésia.

 

#2 Uma mulher Korowai carregando seu filho em uma rede, fotos incríveis tiradas há 17 anos atrás.

Uma mulher Korowai carregando seu filho em uma rede, fotos incríveis tiradas há 17 anos atrás.

 

#3 Um homem subindo para sua casa através de uma escada cortada em um bambu; A tribo vive nas árvores altas da Nova Guiné Ocidental, na Indonésia.

Um homem subindo para sua casa através de uma escada cortada em um bambu; A tribo vive nas árvores altas da Nova Guiné Ocidental, na Indonésia.

 

#4 Homens de Korowai vestindo pouca coisa, apenas alguns cordéis em torno de sua cintura, constroem uma casa em cima de uma árvore de 25 metros de altura.

Homens de Korowai vestindo pouca coisa, apenas alguns cordéis em torno de sua cintura, constroem uma casa em cima de uma árvore de 25 metros de altura.

Outras fotografias impressionantes mostram um membro da tribo com um nariz enorme, mães com seus filhos junto a fogueiras comendo um alimento tradicional da tribo: Larvas de Sago.

As impressionantes fotografias foram tiradas por Eric Baccega em 2000 – mas apenas recentemente foram divulgadas.

Os Korowai, também chamados de Kolufo, são as pessoas que vivem Nova Guiné Ocidental, na província indonésia de Papua, perto da fronteira com Papua Nova Guiné. Eles são cerca de 3.000.

Acredita-se que os Korowai desconheciam a existência de outras pessoas além de si mesmos, antes de outras pessoas terem entrado em contacto com eles em 1970.

 

Os Korowai foram relatados como canibais, mas os antropólogos suspeitam que isso não é mais praticado nos dias de hoje.

O canibalismo existiria nas tradições da tribo, como por exemplo comendo partes do corpo de um parente falecido em alguns rituais religiosos.

 

#5 Uma mulher membro da tribo, em casa,  junto da fogueira, amamentando seu filho.

Uma mulher membro da tribo, em casa,  junto da fogueira, amamentando seu filho.

 

#6 Um homem que usa um enorme anel de nariz e jóias tradicionais em uma fotografia sincera tirada por Eric Baccega

Um homem que usa um enorme anel de nariz e jóias tradicionais em uma fotografia sincera tirada por Eric Baccega

 

#7 Caçadores de Korowai na floresta buscando a refeição do dia.

Caçadores de Korowai na floresta buscando a refeição do dia.

 

#8 Uma mãe sobe a escada da casa da árvore com o filho enrolado em volta do pescoço e segurando a cabeça dela.

Uma mãe sobe a escada da casa da árvore com o filho enrolado em volta do pescoço e segurando a cabeça dela.

A maioria dos clãs de Korowai vive em casas no topo de árvores em seu território isolado. Desde 1980, alguns se mudaram para as aldeias recentemente abertas de Yaniruma, nas margens do Becking River, Mu e Mbasman.

Os Korowai são caçadores-coletores e horticultores que praticam o cultivo alternativo. Eles têm excelentes habilidades de caça e pesca.

O primeiro contacto documentado por cientistas ocidentais com membros de uma tribo de Korowai, teve lugar nos dias 17 e 18 de Março de 1974.

 

 

#9 Estas são as casas tradicionais da tribo, empoleiradas no alto das árvores

Estas são as casas tradicionais da tribo, empoleiradas no alto das árvores

 

#10 Uma mulher da tribo pressiona a polpa de uma árvore sagrada na aldeia onde se diz que já praticaram canibalismo.

Uma mulher da tribo pressiona a polpa de uma árvore sagrada na aldeia onde se diz que já praticaram canibalismo.

 

#11 Uma refeição tradicional dos Korowai: Larvas de Sago

Uma refeição tradicional dos Korowai: Larvas de Sago

 

#12 A maioria dos clãs de Korowai vive em casas de árvores em seu território isolado, mas desde 1980, alguns se mudaram para as aldeias recentemente abertas nas proximidades.

A maioria dos clãs de Korowai vive em casas de árvores em seu território isolado, mas desde 1980, alguns se mudaram para as aldeias recentemente abertas nas proximidades.

Incrível, não?